quarta-feira, 11 de maio de 2011

MINHA AMIGA CATARINA



Meu amigo gosta da bola
É um amigo muito querido
É pequenino... e rebola
Cai ao chão fica sentido.

Sou amigo da CATARINA
Tenho-lhe muita afeição
Quando chega, bonita tão fina!
Me diz: pára de brincar ao pião.
E eu feliz, lhe dou a mão.

Largo tudo, ponho o chapéu
E lá vou com ela ao jardim
Levo o BERNARDO que é meu
E o gatinho dela o JASMIM.

Mas isto não é uma bola!?
Pára lá de querer brincar
O meu balão se rebola?!
Vai-se com o vento a voar.
E eu fico triste a chorar.
Ou então pode rebentar.
E meu coração
de aflição vai parar.

Que cãozinho tão atrevido
Não é que é mesmo brincalhão?!
É meu amigo tão querido...
Por ele tenho afeição!

Minha amiga é a CATARINA
Ao colo leva o gatinho...
Faz de conta, é mãe pequenina!
A cuidar do seu filhinho.

Voam borboletas ao redor
Tão agradável é o jardim!
Ambos  temos tanto amor
Eu gosto dela...ela de mim.

É linda a amizade da CATARINA e do JOAQUIM

Os animais, tão nossos amigos, quando eu era pequenina, também
tinha um cão pequenino, de côr castanha, chamado  ZECA, quantas
saudades eu tenho desse meu amigo! Gostam muito de passear, levados à mão
com uma trela, não vá o diabo tecê-las e debaixo dum carro ficar.

natalia nuno
rosafogo

2 comentários:

  1. Entro no teu blog e fico extasiada com tanta beleza.
    Lindos são os teus poemas.

    Beijinho mana.

    ResponderEliminar